Meditar com Amor

As inspirações às sexta – #2

Bom fim-de-semana.

Que seja um fim-de-semana cheio de felicidade e amor junto de quem mais gostam.

Já meditaram hoje?

_Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver._.png

Um beijinho,

a mamã do Vi

Anúncios
Eu, mamã

Desabafos de uma mãe

Quando nasce um filho, também nasce uma mãe e essa mulher, inevitavelmente, passa para o segundo lugar. E porquê? Seremos menos mães e mulheres se também pensarmos um pouco em nós?

Ontem em conversa com uma mãe amiga percebi que nos pomos sempre em segundo lugar e depois acabamos por nos culpar a nós próprias quando sentimos que a educação dos nossos filhos não está a ir para o caminho que queremos. Ora porque a criança anda a fazer mais birras que o habitual ora porque não nos obedece e parece que está sempre a querer desafiar ou por outra razão qualquer. Mas será que a criança não está a ter esses comportamentos por nós próprias também não andarmos bem?

Quando é que foi a última vez que se permitiram a fazer algo para o vosso bem-estar?

Por vezes, nem é preciso muito. Por vezes, apenas precisamos de alguém que nos escute. Escute ativamente. Sem julgamentos e sem críticas. Alguém que esteja ali a aceitar o que temos necessidade de deitar cá para fora. Aprendi a fazer a escuta ativa na minha pós-graduação e digo de coração cheio que foi das melhores coisas que aprendi a fazer. Passei a usar muito mais a minha escuta ativa no ambiente familiar e nas minhas sessões com as crianças. E sinto que faz toda a diferença. Sinto que as pessoas do lado de lá se sentem ouvidas e eu própria consigo perceber muito melhor o que dizer, quando sinto necessidade de falar.

Se nós não andarmos bem física e emocionalmente isso irá se refletir em quem nos rodeia. Principalmente nas crianças. As crianças são os reflexos dos adultos e isso nota-se cada vez mais. A falta de paciência e atenção que muitas das crianças têm, são apenas o reflexo dos adultos com quem convivem. Uma mãe ou um pai que “vive à pressa” terá crianças que também “vivem à pressa”.

Eu tenho a certeza absoluta que se eu não andar bem o Vi também não andará e é por isso que me permito momentos a sós, momentos em que posso estar a relaxar e a fazer coisas que me dão prazer e que são minhas. Esses momentos irão elevar a minha auto-estima. A auto-estima é a estima que temos por nós próprios e que muitas vezes é esquecida e não é cuidada.

São esses pequenos momentos que irão depois fazer toda a diferença na relação que temos com os nossos filhos.

Só assim é que a educação poderá ser vista como uma caminhada que se faz lado a lado com a criança. Se os pais andarem bem a criança também andará e é assim que serão estabelecidos vínculos únicos e especiais. Na educação não há fórmulas mágicas, cada família terá de descobrir as suas em conjunto. Desta forma será possível agradecer diariamente a família nuclear que se vai construindo, porque a caminhada é feita passo a passo e um dia de cada vez.

Não tenham vergonha nem medo de cuidar de vocês próprias. Estimem-se o máximo possível e permitam-se a serem felizes.

Quando nós estamos bem os nossos filhos também estão.

received_2136804746594267

Um beijinho,

a mamã do Vi

 

Meditar com Amor

As inspirações às sextas – #1

“Uma meditação por dia, sem sabe o bem que lhe fazia”

Hoje é sexta-feira e por isso decidi começar a partilhar inspirações de meditação e não só para que possam entrar no fim-de-semana mais leves e felizes.

Por vezes, é importante parar para pensarmos e reflectirmos um pouco sobre certas coisas que lemos e vimos e foi por isso que decidi criar este cantinho.

Se tiverem inspirações para partilhar comigo estejam à vontade e agradeço do fundo do coração a vossa colaboração ❤ .

Já meditaram hoje?

Uma profunda meditação vale mais do que mil palavras..jpg

Um beijinho,

a mamã do Vi

Receitas

Taça de legumes e strogonoff de peru

Os dias já vão ficando mais pequeno mas o calor continua e nem parece que já começou o outono. Nestes dias quentes quase que nem apetece comer comidas quentes mas esta taça de legumes e strogonoff até pode ser saboreada fria porque sabe bem na mesma.

Para esta “bowl” de legumes precisam apenas de:

  • 2 tomates maduros;
  • 1 courgette;
  • 1/2 cebola;
  • 1 dente de alho;
  • Azeite q.b.;
  • 500 g de strogonoff de peru;
  • Pimenta q.b.;
  • Ervas aromáticas q.b.;
  • 1 caneca de arroz.

Começamos por cortar os legumes aos bocados e juntamos no wok com a cebola, o dente de alho, o azeite, a pimenta e as ervas aromáticas.

Deixamos a cozinhar pelo menos durante 10 minutos, até os legumes estarem todos bem cozinhados e os tomates tenham libertado o seu molho para o molho de tomate. Em seguida adicionamos o strogonoff de peru para que a carne possa cozinhar no molho de tomate e deixamos a cozinhar até que a carne esteja bem tenra.

Entretanto colocamos a água a ferver para fazermos o arroz. Assim que o arroz estiver praticamente cozido, desligamos o fogão e colocamos a tampa no tacho para que o arroz possa continuar a cozer e ficar mesmo “al dente”.

Nós acompanhámos com arroz, no entanto esta taça de legumes também pode ser servida com outro acompanhamento o que interessa é que vos saiba tão bem como nos soube a nós 😉 .

Um beijinho,

a mamã do Vi

Receitas

Salmão com molho de iogurte

Acho que o salmão o peixe que mais consumimos cá em casa e porquê? Por causa da sua versatilidade, o salmão tanto pode ser feito no forno, cozido ou cozinhado na frigideira que fica sempre bom.

Desta vez inspirei-me numa das receitas saudáveis do Lidl e fiz um salmão na frigideira com molho de iogurte que ficou absolutamente delicioso.

Para este salmão precisam apenas de:

  • 500 g de postas de salmão sem pele e espinhas;
  • 1 iogurte natural bio;
  • 200 g de tagliatelle
  • 200 g de tomates cherry;
  • 1 colher de sopa de cebolinho picado;
  • sumo de 1/2 limão;
  • 1 colher de sopa de azeite.

Começamos por temperar o salmão com o sumo de limão e deixamos a marinar e cozemos a massa tagliatelle e reservamos. Numa frigideira colocamos a colher de azeite, juntamos o salmão cortado aos cubos e deixamos cozinhar durante os minutos. Em seguida, juntamos o tomate cherry cortado ao meio e o iogurte. Vamos mexendo e deixamos ferver até que  se obtenha um molho cremoso. Entretanto escorremos a tagliatella e juntamos à mistura do salmão e mexemos tudo muito bem.

Por último, salpicamos com o cebolinho picado e está pronto a ser servido.

Um beijinho,

a mamã do Vi

Receitas

Bolo de iogurte e figo

Bem-vindo Outubro. Já chegaste e com este calor nem parece que já estamos em outubro quanto mais no outono.

Acabei o mês de Setembro de uma forma incrível. Em três dias conheci pessoas lindas por dentro e por fora que me deram mais um sinal de que estou a ir no caminho certo. Cada vez tenho mais a certeza que fiz bem em sair da minha zona de conforto e “atirar-me” ao que sabia que me iria preencher e fazer feliz.

Agradeço todos os dias pelo facto de ter as pessoas certas ao meu lado que me fazem acreditar em mim mesma e que me dão força para seguir em frente. Tenho um longo caminho ainda para percorrer, mas sei que estou a ir no caminho certo e sei que tenho as pessoas certas ao meu lado.

Como forma de celebrar a vida e a chegada de Outubro decidi fazer um bolo com um fruto desta época.

 

O bolo ficou mais pequenino do que eu pensei que iria ficar mas estava delicioso.

Para este bolo precisam apenas de:

  • 4 ovos;
  • 100 gr. (1/2 chávena) de açúcar de coco;
  • 3 colheres de sopa de farinha de arroz;
  • raspa e sumo de meio limão;
  • figos

Começam por juntar os ingredientes todos, à excepção dos figos, e misturam tudo muito bem até que obtenham uma massa homogénea.

Em seguida, untam uma forma de bolo com óleo de coco e colocam a massa na forma.

Por último, cortam os figos ao meio e decoram o bolo com as metades dos figos.

O bolo vai então ao forno pré-aquecido a 180º durante 30 minutos. Como cada forno é um forno, o ideal é irem fazendo o teste do palito até que o bolo esteja bem cozido.

Podem servir o bolo com uma bola de gelado que fica ainda mais delicioso.

Bom apetite.

Um beijinho,

a mamã do Vi

Receitas

Bolo de banana e aveia

Que tal um bolinho de banana e aveia para o vosso lanche de domingo à tarde? Este bolo faz-se em menos de uma hora e fica delicioso para o lanche ou até para o pequeno-almoço do dia a seguir 😉 .

Fiz este bolo em conjunto com o Vi e ele adorou fazer parte do processo. Juntar os ingredientes todos e depois misturar tudo deixou-o muito feliz e sentir-se como parte importante do processo 😀 .

Neste verão o Vi cresceu imenso, em todos os sentidos mesmo. Está a passar a fase de bebé e aos poucos está a entrar na fase de criança. Confesso que só de pensar que ele está a tornar-se cada vez mais independente de mim me dá um aperto no coração mas é tão bom vê-lo crescer e é tão bom quando me dizem que ele é um menino tão mas tão feliz ❤ .

A felicidade dele não depende só da família nuclear mas de toda a comunidade na qual ele está inserido e na qual ele está a crescer. Aproveito para agradecer do fundo do coração a toda a família e amigos que seguem ao nosso lado e nos ajudam em tornar o Vi uma criança feliz.

Para o nosso bolo de banana e aveia precisam apenas de:

  • 2 bananas
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco
  • 2 ovos
  • 5 alperces secos
  • 1 caneca de flocos de aveia
  • 1/2 caneca de bebida de aveia

Começamos por juntar as bananas, o óleo de coco e os ovos e misturamos até ficar tudo homogéneo. Depois juntamos os alperces secos, os flocos de aveia e a bebida de aveia e voltamos a misturar.

Por último, colocamos numa forma untada com óleo de coco e vai ao forno pré-aquecido a 180º durante 35 a 40 minutos.

No final, deixam arrefecer um pouco e está pronto para ser saboreado.

E aqui fica só uma amostrazinha do que andámos a fazer esta semana 😉 .

40835518_280994102724488_3474205337861488640_n.jpg

Sejam felizes e aproveitem todos os momentos que os vossos filhotes, eles adoram e nós também nos faz tão bem ❤ .

Um beijinho,

a mamã do Vi